Arquivo anual 2018

OS DESAFIOS DE UM NASCIMENTO

Seu sonho acaba de sair do papel e sua empresa finalmente acaba de nascer, mas você está preparado para o que vem por aí?


Conheça os principais desafios no primeiro ano de uma empresa.

Abrir uma empresa no Brasil não é uma tarefa fácil, e isso não deve ser uma novidade para você. O empreendimento exige planejamento, recursos humanos e financeiros, e muita dedicação e paciência para esperar o tempo certo para ver os resultados. Os desafios do primeiro ano de empresa são grandes. As instabilidades e incertezas do negócio são obstáculos constantes. Mas um bom plano estratégico para sobreviver às tempestades e vencer os primeiros desafios pode garantir o sucesso do empreendimento!

Os desafios no primeiro ano de uma empresa são muitos, mas relacionei 5 que podem ajudar a fazer a diferença no seu negócio.

Confira abaixo:

ABERTURA DE MERCADO – CONQUISTAR NOVOS CLIENTES

Uma das maiores preocupações dos empresários no primeiro ano de empresa é alcançar os consumidores interessados em seus produtos ou serviços. Conquistar uma boa carta de clientes é fundamental para o progresso do negócio. Mas o que a empresa deve oferecer para atrair os seus clientes? E como encontrá-los?

Para chegar até seus consumidores, você precisará saber identificar e conhecer o público-alvo de seu negócio. A partir disso, poderá oferecer aos potenciais clientes o que esse perfil de público espera da sua empresa. Uma vez que os clientes façam o primeiro contato, será a oportunidade de mostrar os atributos da empresa, através de um bom atendimento. Afinal, o atendimento é um dos quesitos que os consumidores mais valorizam.

FIDELIZAR E RETER OS CLIENTES

Ao contrário do que a maioria dos empresários pensa, abrir o mercado e conquistar novos clientes não é o mais difícil. Tão ou mais importante quanto conseguir novos clientes, é fidelizar quem já se tornou cliente. Os consumidores, de um modo geral, querem ter comodidade e segurança em suas compras e contratações, por isso, é muito comum, quando há satisfação, se manterem fiéis a determinadas marcas e empresas.

Para garantir a fidelidade de seus clientes, é fundamental que a empresa ofereça vantagens que motivem novas compras e aquisições, como descontos, programas de pontos que dão direito a brindes etc. Essa é uma maneira de manter seu cliente sempre por perto, ou ao menos ajudando a divulgar sua marca.

GERAR CREDIBILIDADE A SUA MARCA

No primeiro ano de empresa, gerar credibilidade para ganhar a confiança do público é o grande desafio do empreendedor. Devido à concorrência, não é tarefa fácil incluir uma nova marca ou empresa no mercado. Afinal, a reputação é responsável por grande parte dos negócios concluídos.

Assim, será fundamental que haja um planejamento estratégico da empresa, a fim de investir em instrumentos de divulgação e marketing, principalmente digital, para dar vida à marca ou empresa, observando os recursos financeiros disponíveis. Trata-se de um investimento que pode trazer resultados a curto e médio prazo.

CRIAR UM MIX DE PRODUTOS/SERVIÇOS

A oferta de produtos da empresa deve considerar o planejamento financeiro, levando em conta todos os custos da operação para, então, precificar o produto e ofertar para o público. Alguns empreendedores acreditam que, no início dos negócios, o preço dos produtos deve ser baixo para garantir lugar no mercado. No entanto, a baixa lucratividade e o alto custo das operações podem comprometer o orçamento da empresa. O diferencial, nesse caso, será a correta execução de um planejamento estratégico e financeiro consistente.

CONTROLAR AS OBRIGAÇÕES

É um ponto muito importante para quem está começando a empreender: ter um bom planejamento para definir estratégias de atuação de mercado e financeiras, além de traçar objetivos e metas a serem alcançados. Todos os custos do negócio devem ser previamente calculados, como aqueles decorrentes das necessidades de serviços, e, principalmente, as obrigações tributárias que representam um grande desafio no orçamento financeiro no primeiro ano de empresa.

Por isso, além do básico e essencial, que é contar com um serviço contábil de qualidade, que irá efetuar todos os registros legais necessários para a segurança de sua operação. É muito e fundamental para a manutenção e crescimento do seu negócio, que sua empresa conte com uma visão externa, alguém capacitado que consiga ajuda-lo e orienta-lo na tomada de decisão.

Em meus serviços de consultoria, por exemplo, essa é uma das atividades estratégicas que executamos junto com os empresários, trazendo uma visão “macro”, para que seu negócio atinja um outro patamar de resultados.

Fique atento, a taxa de mortalidade das empresas com menos de 5 anos de atividade é superior a 65%, portanto, cuide de sua empresa como se fosse sua.

Forte abraço.

Marcelo Henrique

 

GESTÃO CONSCIENTE DO TEMPO

Você não pode fazer mais tempo, mas você pode aprender a usá-lo melhor.

Tempo: É a única coisa que continua rolando, não importa o que fazemos ou o que deixamos de fazer, ele simplesmente NÃO PARA.

E se pudéssemos criar uma pílula mágica onde fosse possível manipular esse tempo. Sem dúvidas, muitos de nós provavelmente escolheriam congelá-lo, apenas para que pudéssemos conseguir mais alguns minutos, horas ou mesmo dias para fazer algo, ou resolver aquela pendência. O Tempo é sem dúvida um dos presentes mais preciosos da vida. Então porque fazemos muitos de nós gastar o tempo de forma ineficiente ou até mesmo dar o nosso tempo de forma tão disposta?

Quando você parar para analisar e descobrir as maneiras ridículas em que a maioria de nós desperdiçar nossos momentos limitados, preciosos, você pode repensar alguns dos seus hábitos de desperdício de tempo.

Mas, e se você começou a tomar nota de como você gastou seu tempo, e fez alguns pequenos ajustes?

Deixe-me dar um exemplo mais prático para facilitar seu entendimento:

Vamos considerar que você é uma pessoa que passa um bom tempo por dia assistindo televisão, 2 horas por dia, para termos um ponto de partida.

Após sua análise, você resolveu diminuir apenas 10% deste tempo (afinal você adora ver televisão). Somente com essa pequena redução você conquistou 10 horas a mais no mês que você poderia se dedicar a atividade física, leitura, ou qualquer outra atividade que contribua com sua evolução.

E o que falar do tempo gasto no descolamento para o trabalho, quanto tempo por dia você passa no carro? O que você faz com esse tempo que está parado no trânsito todas as manhãs? E se você gastasse esse tempo de forma inteligente, alimentando sua mente com podcasts, áudios-livros? Qual seria o resultado a médio e longo prazo?

A gestão do tempo não é apenas a habilidade de realizar de forma eficaz seus objetivos, planejando e controlando nos detalhes como você gasta as horas em seu dia. A gestão do tempo vai muito além. É uma forma de transformar a maneira como você pensa para que você possa de forma consistente e sustentável usar o tempo que você tem para criar o que realmente é importante para você.

Seu tempo em relação aos outros

Um ponto importante a se analisar é como você dá o seu tempo para outros. Você é do tipo de pessoa que diz SIM para tudo? Sempre querendo ser útil para todos? Ou você é do tipo de pessoa que sabe dizer NÃO?

Assumir tarefas de outra pessoa não é a melhor solução.

Quando entramos em um avião, antes da decolagem, a primeira coisa que eles dizem para você é: “Se nos depararmos com problemas e perdemos oxigênio, essas máscaras vão cair.” E qual a recomendação que eles dizem para você fazer – colocar o Máscara em seu filho, correto? NÃO. Eles dizem para você colocar primeiro em você. Parece algo bastante egoísta, mas a razão é, se você não tiver o oxigênio para você, como poderá ajudar outra pessoa. Isso não será possível. Você não pode ajudar ninguém se você não ajudar a si mesmo. Não é egoísta. É realmente a coisa menos egoísta que você pode fazer.

Certifique-se de que você é o seu melhor para você primeiro, então você pode aparecer para os outros e fornecer o máximo valor possível.

Agora, isso não significa que “tempo livre” é “tempo perdido”. Na verdade, seu tempo livre pode ser tão valioso quanto o tempo gasto em produtividade. O tempo que você gasta para descansar e cuidar de si mesmo, o tempo que você gasta com seu parceiro, ou com seus filhos – isso produz valor real e tangível. Em essência, você está fortalecendo seu relacionamento com você mesmo e com seus entes queridos. E se isso é importante para você, então vale a pena dedicar tempo nisso.

Tornando-se mais consciente de como você gasta seu tempo, você está fazendo pequenas mudanças que, em última análise, transformar a maneira como você pensa de modo que você pode de forma consistente e sustentável usar o tempo que você tem para criar o que realmente importa para você.

E você vai encontrar mais oportunidades para criar um poderoso sentido de propósito, unidade e realização a cada dia.

Forte abraço.

Marcelo Henrique